Google+ Followers

segunda-feira, 4 de novembro de 2013

Andam Cenas pelo ar

Aquele aparelho malvado que durante a semana inferniza a minha vida começa com o seu cantar infernal, até que eu cedo á pressão e lentamente levanto as pálpebras no perigo eminente de ferir a vista com a luz do sol que entra clandestinamente através das janelas e obrigo as minhas mãos dormentes a procurarem o botão que vai acabar com a escandaleira matinal e desligar o raio do despertador só para me poder deparar com este belo panorama:

Facto #1 > É 2ª feira… 
Aquele dia que todos adoramos.

Facto #2 > Não tenho café em casa 
Sinônimo de pelo menos 4o min de sofrimento entre casa e o trabalho

Facto #3 > Andam Cenas pelo ar… 
Tudo começa com uma pequena comichão no nariz que gradualmente dá lugar à desidratação dos meus olhos, até que o movimento natural de pestanejar se transforma num arrastar de bagos de areia capazes de os dilacerar.
Depois chegam os espirros timidamente mas que com o tempo começam a ganhar terreno até serem capazes de na sua cadencia comporem uma melodia. 
E sem mais nem menos, PUMBA, chega o pior inimigo da concentração… o Sr. Ranho!!!
Com a habilidade de  transforma um simples nariz nas cataratas do Niágara, capaz de gastar 1 rolo de papel higiénico por hora (sim, porque os pacotinhos de lenços não são capazes de suprimir as necessidades de tamanha torrente mucosa). 

Isto de se ter alergias ao ''não sei bem o que'' é espetacular… Viva, Viva a mais um belo inicio de semana.

Sem comentários :

Enviar um comentário